Resenha: Sociedade dos meninos Gênios

by - agosto 02, 2014

Olá Corujas! Mês passado eu comecei a escrever resenhas de livros que eu li e curti, a primeira foi A culpa é das Estrelas, e teve um resultado bem bacana, por isso vou fazer mais uma, e tentar manter uma por mês, o que acham? Cuidado, pode conter Spoiler.

Já disse, e repito. Não julgue um livro pela opinião de  alguém, tente ver o novo da sua forma, e tirar suas próprias conclusões, a leitura nos permite isso.


Sociedade dos Meninos Gênios  



sociedade-dos-meninos-genios-capa
Quando entrei na livraria para comprar um novo livro, queria Sociedade dos Poetas Mortos, mas estava em falta, então na mesma seção encontrei o Sociedade dos Meninos gênios de Lev AC Rosen, e confesso que foi o primeiro livro com romance de época, com fantasia, ficção cientifica juntos em uma visível base SteamPunk que eu me aventurei. Inclusive citei ele na Tag Doenças Literárias. O livro é grande, 544 páginas de muita informação para assimilar, desde disfarces, coelhos falantes a relacionamentos gays.

Filhos de um renomado Astrônomo inglês, Violet Adams e Ashton Adams são irmãos Gêmeos de 17 anos que vivem no interior da Inglaterra. Violet é apaixonada por mecânica e mantem um porão em sua casa para fazer experiencias, Ashton por outro lado é um jovem romântico que tem a poesia como filosofia de vida, e aproveita sua homossexualidade com cautela .

Violet é o que consideramos um gênio, e como tal anseia por conhecimento e quer ser reconhecida como inventora, seu sonho é entrar para a faculdade de Illyra que é conhecida como uma das melhores  e mais misteriosas faculdades do mundo e fica em Londres, e guarda em seu subsolo  robôs assassinos, gatos invisíveis e um trem que ninguém sabe concertar e nem sabe onde ele o leva, despertam ainda mais sua imaginação. O único problema de Illyra é que ela é exclusivamente para homens, mulheres não são permitidas.

Quando o Pai de Violet precisa viajar para a America a trabalho, ela vê a oportunidade de estudar onde deseja por pelo menos um ano, e com a ajuda de seu irmão, Violet se disfarça de Ashton e consegue a tão esperada aprovação no campus. O objetivo de Violet é ficar um ano na faculdade e se mostrar tão ou mais genial que qualquer outro aluno, a ponto de não poder ser mandada embora.

A época é a Inglaterra Vitoriana, onde mulheres eram vistas apenas como dona de casa, e travestir-se era considerado crime. Mas o cenário é incrível, e como eu quase nem gosto de Londres, amei. As saídas á Vitorina Londres a noite e a mansão dos Adams no interior são relatadas aos mínimos detalhes.  

A narração em terceira pessoa, nos deixa ver o posto de vista de cada personagem, que são muitos, existem os alunos, os professores, os familiares de Violet e a realeza, composta pelo Duque de Illyra e sua protegida. A história desse livro é no mínimo polêmica, por admitir questões de gênero, homossexualidade, experiências que desafiam a natureza e a biologia.

Existem muitos assuntos no livro que eu achei desnecessário, o autor escreveu muito bem, mas deixou o livro muito longo quando poderia ter sido mais sucinto. Eu recomendo o livro, Quem gosta e tem paciência de ler, vai se divertir e se inspirar com a coragem de Violet, por lutar e conseguir o que queria, mesmo com tantos desafios enfrentados.

sociedadedosmeninosgenios

 ♫ Ouvindo : Ed Sheeran – Nina.

You May Also Like

0 comentários

O que você acha disso?