Semente de Chia

by - março 27, 2014

chia-semente-dama

Buenas minha gente. Algum tempo atrás quando eu tava querendo emagrecer, meu amigo Davi me apresentou uma ferramente pra ajudar a controlar a minha fome, a semente de chia. Resolvi pesquisar um pouco mais sobre ela e compartilhar com vocês.

chia-semente-dama-turquesa

A chia (Salvia hispanica L.) é uma planta herbácea da família das lamiáceas, da qual também fazem parte o linho e a sálvia, tanto que é conhecida com "sálvia hispânica" e é  originária do México.

A semente de chia contém alto teor de ácidos graxos poli-insaturados essenciais, é rica em ácido graxo alfa-linolênico, também conhecido como ômega 3Ela também contém carboidratos e 34,4% da porção de 100 g da semente é composta por fibras alimentares. Também tem muita proteína, considerando uma dieta. de 2 mil calorias diárias, 25 gramas de chia contém 8% da proteína que precisamos em um único dia. Veja alguns nutrientes que ela também carrega:



  • 32% de magnésio

  • 16% de zinco

  • 15% de cálcio

  • 13% do ferro

  • 13% de vitamina B3 (niacina)

  • 12% de vitamina B1 (tiamina)

  • 3% de vitamina B2 (riboflavina).

* Valores Diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

chia-hidratada-dama-turquesa


Benefícios da chia


Ajuda a emagrecer: um dos motivos que fazem da chia uma grande aliada na perda de peso está na sensação de saciedade que a semente proporciona. Quando entra em contato com a água ela cria um gel que se expande, o que faz a pessoa se sentir saciada.

Previne e controla o diabetes: por conter fibras e aumentar o tempo de liberação da glicose, a chia pode ser relacionada com a prevenção do diabetes tipo 2. 

Previne doenças cardiovasculares: o consumo regular de chia é capaz de evitar doenças como infarto, derrame e hipertensão graças as suas grandes quantidades de ômega 3.

Regula o colesterol: de toda gordura que compõe a chia, aproximadamente 77% são formados por ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. Essas gorduras têm como uma de suas principais propriedades reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL).

Efeito desintoxicante: os antioxidantes, como o ácido cafeico, de sua composição, são responsáveis por auxiliar na desintoxicação do fígado, além de impedir a formação de radicais livres que agem destruindo as membranas celulares e desencadeando o processo de envelhecimento.

Fonte de cálcio: por ter bastante cálcio, a chia é uma alternativa para indivíduos que têm intolerância à lactose, necessitando de fontes alternativas desse mineral.

Protege o cérebro: ela também pode favorecer as ligações cognitivas no cérebro. Muitos estudos relacionam os ácidos linoleico e alfa-linolênico presentes na semente com a formação das membranas celulares, as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.

Pele e cabelos mais bonitos: em sua composição nutricional, a chia também apresenta vitamina A, nutriente que age como antioxidante contra os radicais livres e também auxilia na redução da acne e prevenção do ressecamento da pele. A semente também leva vitamina B2, importante na saúde da pele, unhas e cabelos.

Efeito anticelulite: já se sabe que a chia contém quantidades significativas de ômega 3 e muitos estudos têm relacionado o consumo desse ácido graxo com a diminuição da inflamação, o que seria interessante para diminuir e evitar celulite, um processo inflamatório do organismo.

Fortalece a imunidade: por conter minerais como o selênio e zinco, que auxiliam o sistema imunológico, a chia é importante para reforçar as defesas, afastando de perto doenças como gripes, resfriados e processos infecciosos. Além disso, por ter nutrientes como fósforo, manganês, cálcio, potássio e sódio, a semente é indispensável para a manutenção da integridade e saúde das células.

Boa fonte de ferro: o mineral, presente em grande quantidade na chia, é muito bem absorvido nesse alimento. Ele é o principal nutriente na formação dos glóbulos vermelhos, que transportam o oxigênio pelo nosso corpo. A redução desses glóbulos e da oxigenação levam à anemia, fadiga e cansaço, aumenta os riscos de infecções e também se relaciona a uma queda na imunidade.


Quantidade recomendada de chia


Os especialistas dizem que não há uma quantidade diária estabelecida para o consumo da chia. No entanto, estudos conduzidos em humanos que obtiveram resultados positivos utilizaram 25 g da semente, aproximadamente duas colheres de sopa, uma vez ao dia.


Contraindicações


Não há contraindicação ao consumo da chia, porém suplementos devem ser utilizados somente com prescrição médica ou nutricional.


Riscos


A chia é um carboidrato, apesar de conter fibras, em excesso, pode levar ao aumento de peso, constipação intestinal (principalmente se o indivíduo não tomar quantidade suficiente de água) e pode levar a desconfortos gástricos uma vez que retarda a saída dos alimentos do estômago.O consumo excessivo de fibras pode interferir negativamente na absorção de minerais como cálcio e zinco.


Onde encontrar


A chia pode ser encontrada em supermercados comuns, lojas de produtos naturais e, até mesmo, em lojas de produtos naturais que vendem seus produtos pela internet.

O importante é mante-la em um recipiente bem vedado para evitar que haja contato da semente com qualquer umidade, para não estraga-la. Ta a Fim de experimentar? Eu to tomando ela com água antes das refeições, mas esses dias tentei misturar com iogurte e também deu certo :)

A maioria das informações foram adaptadas do site Minha Vida.

♫ Ouvindo : Mungo Jerry – Summer Time.

You May Also Like

0 comentários

O que você acha disso?